Resenha – Azul é a cor mais quente

Oi, todo mundo! Tudo certo?

Hoje o post é especial para quem gosta de livros. A partir de então, começarei a escrever resenhas de alguns livros aqui no blog. Decidi iniciar com um dos meus livros preferidos. Espero ser clara, sucinta e objetiva nos pontos que desejo abordar.

A resenha é sobre um HQ chamado: AZUL É A COR MAIS QUENTE.

“Meu amor, quando você estiver lendo estas palavras eu já terei abandonado este mundo.” Assim inicia-se o livro em quadrinhos que vai relatar a história de duas meninas Emma e Clémentine. A HQ é narrada através de um diário, descrevendo os momentos marcantes da vida de Clémentine. Uma garota que tem uma vida normal e clichê – paixões de escola e a “choradeira” comum de não ter encontrado alguém especial – vive com os pais, se encontra no segundo ano do ensino médio e segue as normas de uma sociedade clássica, mas até se encontrar com Emma. Que é mais velha, independente, estuda artes na faculdade e tem o cabelo azul.

Elas iniciam uma espécie de relacionamento amoroso. Já que elas demoram um certo tempo para se aceitarem e se assumirem como namoradas. Inicialmente, porque Clémentine tem uma descoberta interna de sua sexualidade. Com o passar do tempo a própria aceitação dos ocorridos, faz com que o namoro seja de fato iniciado. O livro conta esse processo de descoberta e a construção de uma personalidade e de um relacionamento fora dos padrões estabelecidos por N fatores. Juntas, enfrentam muitas barreiras, quebram paradigmas impostos como “corretos”, inclusive a família de Clem.

O final da história é surpreendente, tocante, angustiante, amarga e bela ao mesmo tempo. Existe uma construção muito humana quebrando preconceitos ditados por uma sociedade com um olhar e pensamento pequeno. A ilustração traz mais veracidade e sensibilidade ao leitor. Com desenhos em preto e branco com detalhes em azul. Sem sombras de dúvida, este livro é um dos meus preferidos de todos os tempos.

Azul é a cor mais quente” foi vencedor de um prêmio no Festival Internacional de Quadrinhos de Angoulême. E por consequência teve uma adaptação para cinema. Contudo, como é um filme francês tem uma narrativa muito mais lenta e detalhista, mas incrível na mesma proporção.

“Meu anjo de azul
Azul do céu
Azul dos rios
Fonte de vida”

Autora: Julie Maroh
Editora: Martins Fontes – Selo Martins
Gênero: Ficção – HQ
Nº de páginas: 158
Indicação: +18

Espero ter sido o mais clara possível e ter transmitido tamanha emoção de ter lido um livro como esse. Se gostaram dessa resenha (ou não), por favor, me avisem de alguma forma. Estou começando então, realmente me esforçarei para melhorar.

Fiz com MUITO carinho! Se cuidem e até o próximo post.
Beijokas Debb ❤

Anúncios

4 comentários sobre “Resenha – Azul é a cor mais quente

  1. Pingback: FÉRIAS: 10 DICAS DE LIVROS | SOS DEBB

  2. Pingback: Livros + Emoções | SOS DEBB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s